O assassinato e outras histórias de Anton Tchekhov

by Rubiana Souza 8. maio 2016 21:02

Hoje vim aqui falar de um escritor que, até então era desconhecido para mim. Anton Tchekhov era um escritor russo nascido em 1860 e que também teve algumas de suas obras encenadas no teatro com adaptações no Brasil. Não quis resumir todos os contos aqui do livro pois eles já são bem resumidos e curtos. Talvez seja uma leitura um pouco diferente do que estamos acostumados, épocas e costumes diferentes dos nossos, mas em todos eles vi a preocupação do escritor em mostrar a desigualdade social, a miséria e as injustiças da vida. Talvez se ele vivesse no Brasil em nossos dias, teria muito assunto pra escrever.

O professor de letras

Nikítin, quando criança era pobre e hoje, adulto, conseguiu casar com a mulher que amava, ter uma casa, uma linda profissão como professor e se via incomodado com a felicidade constante. Vai entender...

O assassinato

Dois primos moravam juntos e tinham a casa como herança, um deles era muito rigoroso com suas rezas e jejum e o outro vivia a zombar desse e dizendo que deveria se arrepender de seus pecados do passado. Um dia, em um acesso de raiva, depois de ser provocado Iákov Ivânitch golpeou o primo Matviei com um vidro de azeite e o matou. Iákov e sua parente deixaram o corpo na floresta mas logo a polícia descobriu e os envolvidos foram presos, incluindo sua irmã.

Os mujiques

Nikolai, sua esposa e filha decidem sair de Moscou e morar com a família dele no interior após ele ter ficado doente e sem emprego e dinheiro. Talvez tenha tomado uma decisão ruim pois sua família era muito pobre. Por fim, Nikolai morreu. Restou a sua esposa e filha seguirem de volta pra Moscou, pedindo esmolas pelo caminho mas sem se esquecerem dos pobres e humilhados mujiques.

Iônitch

O Dr. Iônitch vai morar em Dialij e conheceu os Turkin, onde o pai é muito hospitaleiro, a esposa escreve e lê para as visitas e a filha de 18 anos toca piano. Ele se apaixona pela moça mas ela deseja se mudar para estudar piano e assim passados 4 anos ela volta com um novo interesse por ele mas seus sentimentos já mudaram. Mais alguns anos se passam e ele está velho, gordo, rico e ranzinza e sozinho. Como a gente muda de ideia durante a vida. Se formos ver, nada está bom em época alguma ou, o que era bom antes já não é bom hoje e vice-versa.

Tags: , ,

O assassinato e outras histórias

Os comentários estão fechados

Objetivo do Blog

Alguns podem pensar que esse é um site pra quem não quer ler os livros aqui descritos. Bem, a decisão de se você irá lê-los ou não é sua, claro. A minha intenção é justamente aguçar a vontade do leitor, fazer ele ficar tão desejoso de saber mais que acabe lendo. Quero também expor minha opinião, críticas e saber o que vocês pensam a respeito do que estão lendo. Que essa seja mais uma ferramenta  para os apaixonados por livros como eu! Boa diversão para nós!

Sobre mim

Facebook

Conecte-se comigo

Aumente seu vocabulário (palavras tiradas dos livros postados)

"Verborragia = uso de uma quantidade excessiva de palavras para dizer coisas de pouco conteúdo ou importância."
Extraordinario

Frases Marcantes

"
Os psicopatas são os vampiros da vida real.Não é exatamente nosso sangue que eles sugam, mas sim nossa energia emocional.
"
Mentes Perigosas - o inimigo mora ao lado

Livros

http://www.google.com/analytics/