O plano de fuga não sai da idéia

by Rubiana Souza 28. setembro 2014 12:10

Capítulos 7 a 10

Quatro meses se passam com Pappilon planejando mais uma fuga. Ele é incansável! Graças a um dedo-duro da cadeia, ele é apanhado na hora"H", bem no momento em que preparavam a jangada para fugir. Em resultado, ele mata o denunciante e pega mais oito anos de reclusão. Um dia, enquanto os presos tomavam uma hora de banho de mar (essa regalia graças a uma ordem do governador), Pappilon pula ao mar para tentar salvar uma menina que estava se afogando, e, com isso, por causa de sua tentativa de salvamento, está de volta a Royale dezenove meses depois. Em Royale, é convidado por outros três presos a fugir, mas visto que o plano envolvia matar policiais, comandantes e suas esposas e filhos, ele recusa. Seu grande amigo Matthieu Carbonieri levou uma facada no coração e ver seu corpo sendo jogado ao mar, como era o enterro costumeiro dos presos, deixa Pappilon bem triste. Papillon  pensa em outro esquema para fugir, se fingindo de louco. Na despensa do asilo de loucos há dois tonéis que poderiam ser usados para fazer uma jangada e a vigilância lá é fraca. Ele então começa a se fingir de louco e isso convence o médico que logo o manda para o convívio com os verdadeiramente malucos. Seu plano de fuga falha matando um companheiro, porém, ele escapa e logo retorna para a carceragem normal, longe dos loucos mas sob a supervisão de um médico. Até agora se somam oito tentativas de fuga e com elas muitas aventuras e perdas também. Outra tentativa de alcançar a liberdade acontece pelo mar montado em sacos cheios de coco, com muito sacrifício ele vence o mar e chega em uma floresta onde encontra um homem muito bom, trabalhador e que lhe guia para passarem pelos postos dos guardas sem serem vistos. Já são dez anos de encarceramento!

Tags: , , , ,

Papillon

Pingbacks and trackbacks (1)+

Os comentários estão fechados

Objetivo do Blog

Alguns podem pensar que esse é um site pra quem não quer ler os livros aqui descritos. Bem, a decisão de se você irá lê-los ou não é sua, claro. A minha intenção é justamente aguçar a vontade do leitor, fazer ele ficar tão desejoso de saber mais que acabe lendo. Quero também expor minha opinião, críticas e saber o que vocês pensam a respeito do que estão lendo. Que essa seja mais uma ferramenta  para os apaixonados por livros como eu! Boa diversão para nós!

Sobre mim

Facebook

Conecte-se comigo

Aumente seu vocabulário (palavras tiradas dos livros postados)

"Bruxuleante = oscilante"
Como falar com um viúvo

Frases Marcantes

"
Livros não estragam.Não azedam como leite,que é preciso beber dentro do prazo de validade."
Claros sinais de loucura

Livros

http://www.google.com/analytics/